Skip to content

Perceber a taxa de rejeição – bounce rate – do Google

Quem tem instalado o Google Analytics para “controlar” os visitantes de um blog/site, sabe que a taxa de rejeições é um factor importante para percebermos se as visitas gostam ou não de navegar pelo blog/site. A taxa de rejeições(Bounce Rate) no Google Analytics é uma métrica que analisa os visitantes que entram e saem do seu blog/site sem visitarem outras páginas.

Por exemplo se visitar numa página web e depois fechar o browser(navegador de Internet) ou mesmo voltar através do botão no browser, o tempo nessa página é igual a ZERO! Ou seja, se o tempo na página é igual a zero, é considerado bounce rate e vai entrar na taxa de rejeições.

Para perceber melhor como é contabilizado todos estes tempos do Google Analytics, veja aqui uma apresentação oficial do Google Analytics onde explicam detalhadamente a equação deste e de outros fatores.

A taxa de rejeição é contabilizada no algoritmo do Google?

Esta discussão sobre a taxa de rejeição que é um dos muitos fatores que o algoritmo do Google leva em conta, ainda não está provada nem nunca ninguém irá saber. Há quem diga que sim mas há também quem diga que não! Pela minha experiência posso garantir que a taxa de rejeição não será muito importante para o Google mas para nós é de certeza importantíssimo. Se temos um blog/site e se o visitante entra e volta a sair é porque algo está mal com o nosso projeto na Internet e muita coisa temos de melhorar.

É um sinal de alerta de que a usabilidade do blog/site não é boa, ou que por uma eventual busca o visitante não encontrou aquilo que realmente procurava. Portanto, recomenda-se também analisar todo o SEO dessas páginas. Para o Google não podemos afirmar de fonte segura de que uma taxa de rejeição alta poderá ser penalizador. Até pelo contrário, veja no vídeo em baixo o que diz Matt Cutts sobre este assunto. Será que podemos confiar em tudo o que os senhores do Google dizem? Pelo menos temos de levar a sério e ir testando…

Atualmente faço a gestão de dois websites de clientes meus e cada um deles tem taxas de rejeições muito diferentes. Um deles tem uma taxa de rejeição de cerca 80% e o outro ronda os 20% e posso garantir que não é por isto que em termos de posicionamento estão melhor ou pior. Ambos têm um volume de visitas bastante alto e estão bem posicionados nos resultados dos motores de busca para palavras-chave pré estabelecidas na estratégia de web marketing.



Vou partilhar em baixo um infográfico da autoria da KissMetrics.com onde explicam detalhadamente e desmistificam o Bounce Rate(Taxa de Rejeições). Apresentam também a formula de cálculo desta métrica do Google Analytics e ainda alguns factores que afectam a taxa de rejeições e o que se deve fazer para manter uma boa percentagem na taxa de rejeições – Bounce Rate.

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.