Skip to content

Sabe o que são Trolls? O que fazem nos Blogs?

Escrever artigos para blogs é uma das formas de partilhar conhecimento, experiência ou simplesmente por prazer de escrever. Os visitantes e leitores do nosso blog, estão a consumir os nossos conteúdos e aquilo que partilhamos para todo o mundo web, de forma gratuita.

Ou seja, entram no nosso blog, “consomem” os conteúdos e depois vão embora. Mais uma vez digo; de forma gratuita! Depois temos aqueles visitantes que gostam dos nossos conteúdos e voltam ao nosso blog, a partir daqui estamos a criar uma comunidade em volta do nosso projeto.

Começamos a trocar ideias, informação e até criamos amigos. Esta poderá ser uma forma muito gratificante porque passamos a estar conectados com pessoas por todo o mundo e o nosso blog é o centro de toda a comunidade.

Aqui no meu blog eu já escrevi um artigo, em que já abordei um pouco sobre este tema, embora de uma forma muito superficial.

Mas no entanto,o ser humano é por natureza egoísta, está no seu ADN e por isso temos de estar preparados para todo o tipo de situações que nos possam dizer ou comentar. Existem até muita inveja e então essas pessoas o que fazem é preocuparem-se apenas em dizer mal… Há quem chame a estas “personagens” de Trolls! 🙂

Quando alguém não concorda com o nosso ponto de vista com os conteúdos que escrevemos no blog, não quer dizer que este seja um Troll, até pelo contrário, poderá ser alguém que esteja a acrescentar valor agregado, mostrando diferentes forma de ver as coisas. Devemos saber filtrar estes visitantes/comentários e até dar-lhes uma oportunidade de destaque na comunidade.

No entanto, as pessoas covardes que se escondem atrás de identidades falsas, com o objetivo propositado para o insulto e ataque, podemos dizer que estamos perante um Troll. Claro, está em seu pleno direito, mas que deve ser considerado como uma pessoa pobre, com uma vida tão vazia que a melhor solução é tentar ajudar essa pessoa ou simplesmente convidar a sair da nossa comunidade.

troll onlinePhoto Credit: jernvotten via Compfight cc

Tipos de trolls

Na minha opinião partilho aqui alguns tipos de Trolls que eu acho existirem na web. Conheço alguns, uns mais que outros. Alguns dão-me vontade de rir, outros conseguem mesmo incomodar e irritar mas no final o melhor é mesmo rir e ignorar.

O sabe tudo – Guru!

Este troll é um dos meus favoritos, o espertinho que sabe tudo, tenta sempre dizer que aquilo que escrevemos está sempre errado e com problemas. Mas, depois quando tentamos perceber quem são estes tipos ou se partilham informação sobre o que referem, percebemos que afinal não tem blog, não tem conteúdos na web e não se sabe o que fazem em termos profissionais ou se têm alguma experiência naquilo que falam.

Este tipo de Trolls, vai reconhecê-lo todos os dias porque a sua forma de atuar é corrigir com um tom bastante arrogante e maldade à mistura.

Aquele que insulta

Infelizmente já conheci alguns deste tipo de Trolls, em que o único objetivo é mesmo esse insultar. Normalmente escondem-se sob uma falsa identidade e mesmo se eliminarmos esses comentários, eles voltam com outros perfis diferentes, dão-se ao trabalho de perderem tempo com estas coisas só para e apenas insultar!

Por muito que custe muitas vezes lidar com este tipo de Trolls, o melhor é sermos educados, apresentar as nossas melhores qualidades humanas de modo a que mais cedo ou mais tarde ele se canse. Temos de fazer passar a mensagem de que ele é que tem um problema e não levar a sério o que diz.

Os críticos

Este é o típico que diz: “isso é bom, mas … por que não? ..”. Bem, se você sabe tão bem fazer, faça-o, você não acha? Confundindo com críticas construtivas e sugestões positivas,mas no entanto tendo um objetivo de crítica destrutiva.

O melhor é convidar este tipo de Trolls a escreverem e a participarem no nosso blog com artigos sobre o que ele acha que está certo. Vai ver que eles nunca o vão fazer e depois desaparecem…Enfim…



O perfeito corretor de erros

Este é o que vai aparecer sempre quando faltar uma vírgula aqui e ali, um ponto, ou seja, anda à caça dos nossos erros de escrita, mas sem dar nada de valor. Bom, para quem tem um blog, este Troll pode ser o nosso melhor amigo,portanto até devemos o convidar para que faça parte do nosso projeto para nos ajudar ou então que se cale para sempre!:) Eu pessoalmente gosto de ter estes tipos por perto…

O espertalhão e oportunista

Este é o tipo de Troll que está sempre a dizer que o nosso blog é o melhor do mundo e uma maravilha e que nós é que somos os melhores do mundo…No entanto, com o objetivo de nos sacar informação gratuita, ajuda, que façamos trabalhos para eles, sempre com mil perguntas, etc. Se o ajudarmos, temos um problema. Não vai parar de nos fazer perguntas e estará sempre a chatear e tudo de forma gratuita.

A melhor solução é indicar a este tipo de Trolls uma ferramenta que o vai ajudar e muito nas questões que ele tem sempre a fazer, essa ferramenta chama-se Google.

O manipulador

Este tipo de Troll, são aqueles que antes de comprar alguma coisa(consultoria, cursos online, etc) fazem um montão de perguntas e depois não compra nada, porque o objetivo dele é obter as respostas antes de comprar alguma coisa. Aqui a melhor solução é não dar muita informação e indicar sempre o caminho para a página de compra.

O que fazer a um troll

A maioria dos Trolls são inofensivos, mas são irritantes e chatos. Por isso terá de ter muita paciência e não se deixar levar por eles. O melhor será encarar estes personagens com bom humor e vê-los por aquilo que são mesmo, porque no fundo são pessoas pequenas com uma vida monótona e divertem-se de forma inconsciente(nem todos) a entrar em blogs e dizer o que lhes apetece.

Acho até que este tipo de pessoas necessitam é de atenção e de reação, como eles são incapazes de fazer pelos seus próprios méritos, então a solução que arranjam é atacando os outros.

Como utilizam identidades falas, ou perfis ocultos, não nos devemos preocupar com este tipo de público no nosso blog, eles existem e vão continuar a existir. Temos de interpretar como covardia e rir destas pessoas e passar ao lado.

Finalmente…

Se tiver um ou vários Trolls no seu blog, os meus parabéns! 🙂 É sinal que o seu projeto está a incomodar muita gente e está a crescer, porque em caso contrário eles não aparecem.

Prepare-se para este tipo de pessoas, e encare-os de forma natural sem os levar muito a sério nem que interfiram no seu trabalho futuro com a escrita dos seus artigos. Não entre no jogo deles, ignore e seja educado.

Eu próprio já tive Trolls que pura e simplesmente mandavam mails a chamaram-me nomes porque os conteúdos eram uma m****, etc, etc. O que fiz foi rir-me! E aquele tipo de comentários ainda me deram mais força e vontade de seguir em frente.

Com este artigo e opinião pessoal, não quero dizer que tudo são Trolls, nada disso! Apenas pretendo alertar e chamar à atenção de todos para que entendam que ter um blog e escrever artigos por vezes pode tornar-se um pesadelo e devemos estar preparados para saber lidar com todo o tipo de situações.

Como tudo na vida, há trolls por todo o lado…Seja na Internet ou fora dela! 🙂

 

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comments (2)

Olá.

Gostaria de saber se esta técnica do Wikipédia ainda é válida. Sempre leio que o importante são os links do follow. No entanto, os links da wikipédia são no follow, correto? Então qual é a vantagem?

Responder

Olá Rubens.
Penso que o seu comentário, esteja a referir-se a este artigo: http://www.maiswebmarketing.com/2-importantes-tec…

Claro que sim que é válido conseguir links da Wikipédia. No entanto deverá ter em atenção o tempo que vai perder em ser um editor de confiança para a Wikipédia e desta forma conseguir colocar links.
A grande vantagem nesta técnica é que vai ter backlinks de um site de grande qualidade para o Google e dessa forma o algoritmo vai interpretar; se a Wikipédia está a indicar determinado site/blog sobre o tema é porque vai acrescentar valor e dessa forma vai ajudar e muito a que o seu projeto na web fique mais destacado.
No entanto, alerto que apenas e só isto não chega, é mesmo necessário ser coerente com o resto das técnicas de Link Building.

Responder