Home / E-Mail Marketing / Não faça isto em email marketing!

Não faça isto em email marketing!

Ainda não é natal pois não? É que normalmente por esta época do ano recebemos dezenas de newsletters vindas não sei de onde a promover tudo e todos! Embora já estejamos perto do natal, infelizmente as campanhas de email enviadas em massa são muito frequentes durante todo o ano!

E vou explicar o porquê de recebermos newsletters indesejadas e vou também partilhar aqui neste artigo o que aconteceu comigo nestes últimos dias no que respeita em receber campanhas de email marketing indesejadado.

Email marketing, o que deve fazer

Eu já escrevi aqui no blog vários artigos sobre email marketing e até sobre as boas práticas para enviar campanhas via email. Mas nunca é demais voltar a reforçar e a relembrar algumas das boas práticas no email marketing. Vamos lá então:

  • Segmente o seu público-alvo
  • Personalize os seus emails que vai enviar para cada segmento
  • Faça um calendário editorial
  • Pense bem no texto que vai colocar na linha do assunto
  • Penso no design da newsletter, mas não exagere nas imagens
  • Utilize remetentes diversos e evite os mais utilizados(newletters@, geral@, marketing@, etc…)
  • Seja breve e conciso na mensagem
  • Utilize palavras com impacto
  • Não se esqueça de colocar links, de preferência a apontar para o seu projeto online
  • Utilize imagens e texto no corpo da mensagem e seja equilibrado
  • Coloque sempre um CTA (Call to Action)
  • Analise a sua concorrência e faça melhor
  • Não se esqueça de fazer testes A/B
  • Tente relacionar a newsletter a uma Landing Page
  • Facilite a saída dos utilizadores da sua base de dados, se não querem receber as suas campanhas, o melhor mesmo é sair e não estar a ocupar espaço
  • As ofertas são sempre bem vistas e também algum humor
  • Seja natural e você mesmo, nada de textos complexos e que não dizem nada
  • Crie formulários para Opt-in, assim está a captar novos utilizadores para a sua base de dados
  • Não compre base de dados
  • Não utilize software de captação de emails em massa na web
  • Mantenha a sua lista o mais limpa possível
  • Use uma plataforma de email marketing
  • Acompanhe e analise os resultados das campanhas enviadas
  • Utilize os autoresponders
  • Não faça SPAM
  • Configure o SPS e o DKIM
  • E muito mais…

Não se esqueça que uma base de dados de emails é sempre sua e por isso só depende de você para obter o melhor proveito com este tipo de ferramenta – email marketing.

Email Marketing – Por favor não faça isto!

O que me levou a escrever este artigo foi que eu fartei-me de receber e ainda continuo a receber emails que nunca dei permissão para nada, e vocês vão já perceber isso mesmo. Acho que é um bom exemplo o que eu vou partilhar em baixo e naquilo que eu fui recebendo ao longo de 3 dias! Sim, apenas 3 dias…

Entre o dia 3 e o dia 6 de Novembro, na minha conta de correio electrónico( miguel.jesus@iol.pt), sem NUNCA me ter registado em nenhum formulário para receber este tipo de conteúdos/informação, reparem em baixo na diferença de temas/produtos/serviços que fui recebendo, sempre na mesma conta de email. Ou seja, SPAM!

10 tipos de newsletters que recebi, durante 3 dias:

Newsletters SPAM

Quais os temas das newsletters que recebi sem dar qualquer autorização:

  1. Eventos
  2. Oferta de vouchers promocionais
  3. Descontos em Lojas Online
  4. Créditos
  5. Cartão de crédito
  6. Promoção em ginásios/academias
  7. Oferta de aparelhos auditivos
  8. Promoção à compra de carro
  9. Vale desconto para uma cadeia de supermercados
  10. Cartão de Saúde

Portanto, como podem ver eu recebi quase que um “supermercado” de ofertas/promoções, etc. Mas eu não dei permissão para receber este tipo de newsletter nem sequer me registei em nenhum tipo de “coisa” parecida!

No entanto todos nós sabemos que isto é pratica recorrente, mesmo fazendo a remoção do nosso email nas bases de dados, passados algumas semanas voltamos a receber outro tipo de newsletters que não demos autorização!

As nossas caixas de correio pessoais, estão cheias deste tipo de campanhas de email ou se quisermos chamar pelo nome; SPAM!

Como é que fazem isto?

Muito simples e fácil de perceber o porquê de recebermos tantas campanhas e todas diferentes:

Compra de bases de dados

Ou seja, o meu email provavelmente foi parar a uma base de dados qualquer, depois de eu efetuar um registo num site qualquer. A partir daí é uma bola de neve… O meu email vai passar a fazer parte de várias listagens de bases de dados de empresas diferentes que prestam serviços de aluguer e venda e bases de dados de email.

A partir daqui é simples perceber qual será o destino do meu email. Imagine o seguinte cenário: como todos sabemos há muitas empresas que prestam serviços de venda de bases de dados(mesmo aquelas que dizem estar registadas nas entidades XPTO que aprovam esse sistema).

De seguida, uma outra empresa que precisa de divulgar um produto ou serviço e que é urgente(dizem eles) fazer essa promoção online, o que fazem imediatamente?

Comprar uma base de dados com não sei quantos mil ou milhares de emails, às empresas que prestam esses serviços.

De seguida, uma outra empresa com serviços ou produtos, também precisam de desenvolver campanhas para divulgar alguma coisa! Então, o que fazem? Comprar uma base de dados…

Com isto o meu email que deve andar lá para dentro de uma(ou várias) dessas bases de dados vai receber todo o tipo de newsletters de vários tipos de produtos e serviços…

Para além disto, sabia que há softwares que andam na Internet a retirar(sacar) endereços de emails que estão visíveis em qualquer tipo de site? Sim, aquele email que você tem na página de contactos no seu site; geral@xpto.com? Pois é, facilmente é retirado por este tipo de softwares e que depois é para vender a terceiros!

Pior ainda, são aquelas empresas que colocam estagiários a trabalhar neste tipo de coisas; ir para a Internet retirar emails das páginas dos contactos de potenciais clientes, para depois enviar newsletters em massa!

Depois destes exemplos, ainda tem vontade de comprar bases de dados?

Qual a solução?

Simples!

Começar do ZERO! Como assim começar do zero? Começar a criar a sua base de dados, colocando formulários de uma qualquer plataforma de email marketing e assim tentar “captar” ou estimular que os visitantes ao seu site deixem o email para receber as suas newsletters.

Pense no seguinte: se eu ou um visitante qualquer, entrar num site e se deixarmos o nosso email é porque queremos mesmo receber informação úteis e que me tragam valor. Se fizer isto, a sua base de dados começa a crescer e a partir daí pode contar com mais um canal para divulgar o que quiser. São pessoas que querem receber a sua informação via email.

Agora, não envie newsletters uma ou algumas vezes por ano! Ou no natal ou na Páscoa, ou apenas nos dias festivos do ano a desejar um bom… Esqueça isso, lembre-se; no natal quantos emails recebe a desejar um bom natal? Isso interessa-lhe? Penso que não! E um bom ano de dois mil e não sei quantos? Interessa? Penso que não!

Mantenha sempre a sua lista de emails ativa, envie conteúdos de valor, algo que eles precisem, faça perguntas, não seja mecânico nos textos, etc…

Atualização

As newsletters continuam a cair, mesmo passados aqueles 3 dias que referi em cima, até à data da publicação deste artigo, já recebi outras tantas campanhas que não me interessa nada!

Pior, tento remover-me: algumas complicam tanto que chego a desistir, outras consigo remover-me, mas passados alguns dias volto a receber tudo de novo… Enfim…

Partilhe este artigo com os seus amigos.

[Total: 2    Average: 5/5]

Sobre Miguel Brandão

Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Trabalho com a Internet desde 2004 em WebDesign, SEO, SEM, WebMarketing, Email Marketing, Link Building, Landing Pages e posicionamento de websites.

Check Also

Como deve elaborar uma newsletter – Infográfico

Tenho recebido e muito, newsletters completamente desinteressantes e desadequadas ao meu tipo de gosto. Ou ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao navegar neste site, está a concordar com o uso de cookies. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close