Skip to content

Marketing Multicanal: O que quero, quando quero e onde quero!



O Marketing Multicanal está a tornar-se uma necessidade premente, tal é o crescimento do número de canais disponíveis para comunicar. Estamos numa era em que vivemos praticamente online.
Quantas vezes costuma usar o seu o telefone fixo de casa? Quando foi a última vez que leu a publicidade amarrotada no seu correio postal em vez de a deitar logo ao lixo? Agora pense na frequência com que consulta o email. Já imaginou andar o dia todo sem telemóvel? E quantas horas passa no Facebook, Twitter ou LinkedIn?

Há alguns anos, a televisão e o marketing directo eram os canais de marketing outbound privilegiados, enquanto que o marketing inbound se limitava aos call centers e às lojas. Mas a Internet mudou tudo isso. Mudou hábitos. Mudou comportamentos. É difícil conjugar verbos como comer, trabalhar, ler, pagar, recrutar e socializar sem ela. Mudou para sempre a forma como se compram e vendem produtos e serviços.

Agora nós, consumidores, temos mais opções e expectativas mais elevadas. Queremos tudo o que nos agrada no momento em que nos agrada. E as marcas têm de acompanhar esta evolução. Não só usamos mais as novas tecnologias, como o fazemos ao mesmo tempo: email, telemóvel e redes sociais praticamente em simultâneo. Estamos cientes de que os marketeers recolhem os nossos dados para saberem quando estamos online, onde clicamos, o que compramos e muito mais. E, no fundo, esperamos que estes dados os ajudem a disponibilizar-nos tudo o que precisamos, pois não queremos mais telefonemas de call centers!

Mas, hoje em dia, não basta enviar a mensagem certa às pessoas certas no timing mais adequado. É preciso fazer-lhes chegar essa informação através dos canais mais adequados! E com o crescimento exponencial de novas tecnologias e aplicações, esperamos encontrar informação relevante não só no nosso email mas também no nosso telemóvel e na nossa rede social favorita (ou em qualquer outro canal que decidamos utilizar). Os marketeers têm agora de prever o maior número de interacções possíveis, pois já não mandam nas regras do jogo. A utilização e integração dos novos canais de marketing faz-se online com base nas nossas preferências e comportamentos.

Quer um exemplo de Marketing Multicanal? Imagine que está de férias no Algarve mas vive noutra parte do país. Um dia, vê no seu email uma newsletter sobre o jogo que a selecção portuguesa vai ter no Estádio do Algarve. Uns minutos depois de ler, o Cristiano Ronaldo telefona a convidá-lo pessoalmente para o jogo! Como é que isso aconteceu? Simples: foi configurado o envio automático de uma chamada telefónica com uma mensagem de Ronaldo apenas às pessoas que estão no Algarve quando abriram a newsletter sobre o jogo!

Este exemplo, apresentado pela plataforma de marketing multicanal E-goi, é uma excelente indicação do tipo de comunicação integrada que as empresas e marcas já estão a usar para se relacionarem connosco. Afinal, como vê, agora é o consumidor que dita as regras do jogo!

OBS: este artigo foi originalmente escrito pela empresa E-goi. O objectivo que pretendo é divulgar um projecto inovador 100% Português.

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.