Skip to content

Websites “HTTPS” é um sinal positivo para o Google. Será mesmo?

No mês de Agosto o Google anunciou mais uma (pequena?) alteração/atualização do seu algoritmo. Referiu que websites com HTTPS seria um sinal positivo e que contava como fator no melhoramento dos resultados do motor de busca.

Segundo o Google este é um sinal bastante leve, o que atualmente afeta apenas cerca de 1% de consultas das pesquisa em todo o mundo.

No blog oficial “Google webmaster Central“, foi comunicado no dia 6 de Agosto’14 que “HTTPS as a ranking signal“. O próprio Matt Cutts também partilhou essa informação do Google no seu Twitter:

Numa apresentação feita em Junho’14, Ilya Grigorik da Google refere que o objetivo(se possível) todos os websites serem seguros na Internet. Neste site podemos consultar os grandes websites da web se utilizam ou não este protocolo de segurança. No vídeo em baixo, Ilya Grigorik explica e tenta dar soluções para que todos os websites passem a utilizar HTTPS:

Diferenças entre HTTP & HTTPS

O Hypertext Transfer Protocol (HTTP), em português Protocolo de Transferência de Hipertexto, é um protocolo de comunicação (na camada de aplicação segundo o Modelo OSI) utilizado para sistemas de informação de hipermídia, distribuídos e colaborativos.É a base para a comunicação de dados da World Wide Web.
Hipertexto é o texto estruturado que utiliza ligações lógicas (hiperlinks) entre nós contendo texto. O HTTP é o protocolo para a troca ou transferência de hipertexto. Ver mais icon-external-link

HTTPS – HyperText Transfer Protocol Secure (protocolo de transferência de hipertexto seguro) é uma implementação do protocolo HTTP sobre uma camada adicional de segurança que utiliza o protocolo SSL/TLS.
Essa camada adicional permite que os dados sejam transmitidos por meio de uma conexão criptografada e que se verifique a autenticidade do servidor e do cliente por meio de certificados digitais.
Nas URLs dos sites o início ficaria https://www… Consulte a ajuda do seu navegador para mais informações de como avisa sobre sites seguros. Ver mais icon-external-link

Estudo e análise

A empresa SearchMetrics, elaborou um estudo icon-external-link  e tirou as suas conclusões sobre este “sinal” que o Google refere que tem influência nos rankings. Mas será mesmo que alterou em alguma coisa? Vamos ver então quais as conclusões que Marcus Tober icon-google-plus  (CEO da Searchmetrics) chegou com o estudo que levou a cabo.

Segundo ele, em pouco texto, refere o seguinte como conclusão;

Em poucas palavras: Não me parece que haja qualquer relação, nas datas a partir dos dados analisados ​​por nós entre HTTPS e rankings. Nem existem quaisquer diferenças entre HTTP e HTTPS.

Na minha opinião, portanto, o Google ainda não lançou este fator do ranking – e/ou se esse fator afeta apenas uma pequena parte. Para já com estes dados não foi possível identificar não de especial.

Mais uma vez, agora na minha opinião pessoal, devemos estar atentos aquilo que o Google vai dizendo, mas não devemos ir a correr a proceder a alterações. Recomendo que primeiro de tudo façam os vossos próprios testes e tirem as devidas conclusões. Tal como a SearchEngineLand o fez.

No entanto, como o próprio Google já mencionou, este sinal apenas atinge uma pequena minoria de websites e quase que não sofreram alterações no ranking. Poderá sim, este ser um sinal para o futuro…

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.