Skip to content

Google! Por todo o lado…

O gigante Google “criou” à sua volta várias novas profissões e muita dependência de muitos(quase todos) projetos na Internet. As áreas do SEO e todas as outras envolventes nasceram porque o Google existe, caso contrário de certeza e provavelmente nos dias de hoje estas novas profissões não existiam!

Mas será saudável depender os nossos projectos apenas e só do Google? Assim como em Social Media depender do Facebook? Óbviamente que não é nada bom para os nossos blogs/websites. Mas como sabemos; “Se não podemos com eles, junta-te a eles!“. Por isso temos de aprender a viver com o monopólio do Google e tentar seguir as suas regras para obter algum êxito com os nossos projectos web.

Mas agora vamos pensar ao contrário, caso o Google não existisse será que algum dia poderiamos ter algum sucesso com o nosso blog/site? Não sabemos! Provavelmente não, ou talvez sim! Mas o que é certo é que neste momento é possível obter de certa forma algum êxito e até bons resultados só porque estamos bem posicionados no Google!

Eu pessoalmente, respeito e muito o Google e por isso digo; obrigado Google por existires! Como prova disso, partilho aqui neste artigo um infográfico onde podemos ver a grande força do gigante Google.

Qual a vossa opinião sobre este tema? Concordam com a questão do Google “dominar” a web?

Source: Uploaded by user via Mais WebMarketing on Pinterest

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.