Skip to content

Estudo SocialBakers – Quais as redes mais utilizadas para partilhar vídeos no Twitter?

Neste momento o vídeo está a começar a ser uma das estratégias das grandes redes sociais. A concorrência do Youtube é cada vez maior, principalmente devido ao Instagram que decidiu incorporar a criação de vídeos na sua plataforma.

Os vídeos criados no Instagram com limite de 15 segundos e o Vine com 6 segundos no Twitter é a prova de que o vídeo está a crescer a passos largos na Web.

A SocialBakers fez um estudo, de qual das redes sociais – Youtube, Vine e Instagram é mais utilizada para a partilha de vídeos no Twitter.

Há cerca de um mês, desde que o Instagram entrou no jogo (20 de junho de 2013), a SocialBakers decidiu analisar a popularidade do YouTube, Vine e Instagram entre os utilizadores no Twitter. Qual é a plataforma que mais contribuiu com de vídeos nos feeds de notícias entre 19 junho e 19 julho de 2013?

Na imagem em baixo pode-se ver que o Youtube ganha à concorrência como seria de esperar até porque já existe desde 2006 e além disso tem destaque também do Google.

Os dados de 1 141 perfis no Twitter, e 5 933 tweets entre 19 junho e 19 julho 2013 foram a base para este estudo.

Estudo socialBakers

Quando se trata de engagement, os vídeos do YouTube têm mais ação, seguido pelo Vine e depois o  Instagram. Surpreendentemente, os vídeos do Vine foram ligeiramente mais retweetados de que os vídeos do YouTube, o que pode ser devido à sua natureza(de looping) e pelo fato de que são muito fáceis de produzir e partilhar.

Um dos recentes estudos da SocialBakers já indicou que o Vine está a aproximar-se do Youtube no que diz respeito ao engagement.

Estudo socialBakers 2

Estudo socialBakers 3Fonte: SocialBakers.com

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.