Home / Ferramentas / Escolher a melhor plataforma para fazer um blog

Escolher a melhor plataforma para fazer um blog


Neste artigo, vou falar um pouco da minha experiência ao longo destes anos sobre um assunto que depende um do gosto de cada um, acho eu. Qual a melhor plataforma para criar um blog? A minha resposta e que penso que será a mais acertada é; depende!

Depende? Mas depende de quê? Pois, ora aqui está a grande questão.

Posso dar um exemplo concreto, imagine que você vai comprar um carro novo ou usado e chega no stand onde vê vários carros de várias marcas e pergunta ao senhor vendedor: qual é q o melhor carro?

Certamente ele irá fazer algumas perguntas antes de responder à sua questão para depois indicar aquele que mais se adequa às suas necessidades. Ou então você é milionário e é só escolher o mais caro!

Portanto, a resposta à melhor plataforma para blog gratuito é de fato: depende 🙂

Como já deve saber, existem várias plataformas gratuitas na web para criar o seu blog, mas antes de escolher, deverá primeiro de tudo pensar em algumas destas questões:

  • Já não sou nenhum novato nestas coisas dos blogs e até já tive um blog pessoal. Ok, muito bem, então já não estás às escuras. Pelo menos já está um passo à frente das pessoas que nunca mexeram em blogs.
  • Qual é o meu objetivo com um blog novo? Eis alguns exemplos;
    • Ganhar dinheiro?
    • Escrever apenas por prazer?
    • Começar um negócio online.
    • Trabalhar a sua marca pessoal?
  • Criar um blog para a minha empresa. Muito bem, mas já sabe que conteúdos vai colocar? Já pensou no tempo que vai dedicar ao blog empresarial?
  • Quero ter um blog, porque todo mundo tem um e está na moda! Pois… esta poderá não ser a melhor maneira de começar um blog, mas você é que sabe. Recomendo que leia os 2 primeiros pontos referidos em cima.

A partir daqui, e mediante o seu conhecimento de como funcionam as ferramentas para criar um blog, vou então explicar como aconteceu comigo e qual a plataforma de criar blogs que eu hoje utilizo.

Quero dizer que, comecei a trabalhar na web em 2004 e muita coisa foi-se alterando(como é óbvio no digital) ao longo dos anos, e por isso vou falar apenas das plataformas que trabalhei em vários projetos. Posso garantir que testei muitas plataformas CMS e que todas elas davam para criar um blog.

No entanto, em anos anteriores a 2009, os blogs eram coisas para as pessoas criarem um diário online, daquilo que  iam fazendo no seu dia-a-dia. Atualmente os blogs já são vistos como projetos profissionais e altamente rentáveis.

Mas, afinal qual é melhor plataforma para criar um blog?

🙂 Sobre esta questão, vou deixar a minha opinião lá no final deste artigo. Primeiro quero falar das plataformas que eu testei e utilizei ao longos destes anos para criar os meus projetos online e também vários blogs de nicho.

Gostaria de dizer que eu não sou programador e que sou muito autodidata com estas questões de testar novas ferramentas na web.

Vou começar por falar de uma plataforma que gostei muito e implementei em muitos websites pessoais e para clientes:

joomla
Clique aqui para entrar no site Joomla

Joomla, foi para mim uma ferramenta muito importante durante vários anos, acompanhei bem de perto toda a evolução deste software. Fiz parte da comunidade Portuguesa Joomla e era bastante ativo no fórum Joomla.

Esta plataforma era uma das mais utilizadas na web para a criação de websites, e já nessa altura tinha um componente integrado de raiz só para blog. Portanto, podíamos ter um website muito poderoso a rodar em Joomla e com um blog incorporado.

Com o Joomla podemos instalar muitas funcionalidades, através de Componentes, módulos e Plugins. É uma ferramenta um pouco mais complexa em relação ao WordPress, mas com uma utilização habitual tornava-se mais intuitiva ao longo do tempo e assim muito fácil de criar conteúdos.

Podíamos ter também uma área reservada para utilizadores registados, era uma opção que também já vem de raiz com o Joomla. Tem uma comunidade muito ativa e sempre a melhorar as diversas questões e problemas que iam surgindo. Para além disso existem milhares de templates disponíveis, componentes, módulos e plugins.

Para os programadores, ainda hoje, o Joomla não é uma plataforma muito bem vista, como eu não sou programador já não posso deixar a minha opinião sobre esse assunto.

Mas posso garantir que para além de conseguirmos ter um website poderoso com o Joomla, em termos de criação de conteúdos para indexar no Google e conseguir os melhores resultados, esta ferramenta é muito boa. Tal como já referi, é um pouco mais complexa na sua utilização inicial, mas depois torna-se muito simples.

Como plataforma para criar um blog, o Joomla é sem dúvida uma boa opção. Para iniciantes, sem qualquer tipo de conhecimento, não recomendo porque terá de estudar muito para entender a utilizar esta ferramenta.

Para utilizar o Joomla terá de ter um serviço de hospedagem e domínio próprio para conseguir instalar no seu servidor, tal como acontece com o WordPress.org. A partir daí é só começar a explorar o Joomla.

blogger
Clique aqui para entrar no Blogger

Se você faz parte daqueles que referi no ponto 4 no início deste artigo, então recomendo que comece por utilizar o Blogger. Esta ferramenta para se criar um blog, que pertence ao mundo da Google, em tempos chamava-se blogspot 🙂 no entanto, para mim ainda é a melhor plataforma para iniciar a blogar e que não entende nada do assunto. É uma plataforma que se utiliza online e basta apenas fazer um registo.

Recomendo que crie um blog nesta plataforma e que vá fazendo os seus testes e aprendendo ao máximo a utilizar o Blogger, vai ver que depois disso vai querer passar ao nível seguinte… Ou não, depende.

Bom, mas de certeza que todos devem conhecer algum blog/site feito no Blogger e que é um sucesso. Eu conheço vários que foram criados com esta plataforma de Blogs, nas no entanto, quando percebemos que queremos ir mais além, sentimos que não podemos porque estamos “agarrados” e limitados apenas e só às funcionalidades que o Blogger disponibiliza.

Também temos de ter em atenção que o Blogger é gratuito, quanto muito você pode comprar um domínio seu e assim associar no Blogger. Para além disso, mesmo sendo gratuito você pode criar artigos e conteúdos da forma que quiser com algumas limitações, claro, em relação ao WordPress.

Resumindo, esta plataforma de blog gratuita recomendo para todos os iniciantes que pretendem começar a escrever e ter o seu projeto online e não sabe por onde começar.

tumblr_logo
Clique aqui para entrar no Tumblr

Cá está uma das plataformas mais conhecidas da web para fazer um blog grátis. A vantagem desta ferramenta de blogs é a sua simplicidade na criação de conteúdos. Tal como referi anteriormente sobre o Blogger, o Tumblr é sem dúvida para quem não tem nenhum conhecimento do que quer que seja ligado a blogs e nunca mexeu em nada!

Muito simples, funciona online, não precisa instalar nada, bastando criar uma conta e já está! Pode desde logo começar a blogar. tem também muitos recursos que pode aplicar no blog, como templates, dicas, extensões, etc…

Não há muito a dizer sobre o Tumblr, mas na minha opinião é muito boa para aquilo que se compromete a fazer. Posso até referir que esta plataforma de blogs é muito utilizada por experts de SEO para a criação de backlinks. Visualmente é muito simples e muito agradável.

concrete5
Clique aqui para entrar no Concrete5

Esta plataforma foi uma das últimas que trabalhei! Para criação de conteúdos de forma rápida, e manuseamento das funcionalidades, posso dizer que foi a pior ferramenta que trabalhei até hoje!

Primeiro de tudo, esta plataforma CMS Open Source, tal como o Joomla e WordPress, foi pensada para os programadores! É necessário hospedagem e domínio próprio.

Para fazerem alguma coisa é quase sempre ter um programador por perto! De certeza que para os profissionais programadores esta deve ser uma plataforma poderosíssima, mas mesmo assim é necessário implementar muito código para colocarmos alguma coisa a funcionar.

Para quem não é programador(meu caso) e o que quero é simplesmente criar conteúdos, primeiro é preciso comprar um componente de blog, depois é necessário adaptar(programar) mediante a template que temos e depois as páginas de edição dos conteúdos são tão básicas que enfim…

Eu queria falar do Concrete5, para partilhar com vocês a minha má experiência com esta ferramenta! No entanto mais uma vez digo, esta é a minha opinião que não sou programador. Eu gosto de “coisas” simples, práticas, rápidas e acima de tudo que eu não esteja dependente de nenhum programador para fazer o que quer que seja. E mais, na web há muitas plataformas que nos dá essa independência.

Se por acaso vocês cruzarem-se com esta plataforma, só vos digo uma coisa, devem sentar-se imediatamente ao lado de um programador!

Mesmo para criar websites, não entendo como é que alguém pode utilizar esta plataforma, com tantas outras melhores e mais simples que estão disponíveis na web… Para esquecer mesmo!

wordpressFinalmente! Cheguei á minha preferida! 🙂

WordPress é sem dúvida alguma a melhor plataforma de blog gratuita. Mas atenção, que esta ferramenta melhorou e muito nos anos mais recentes. Mais uma vez digo que não sou programador e por isso falo da minha experiência como plataforma de criar conteúdos e projetos online com muita facilidade e com uma performance incrível no que respeita à indexação e posicionamento nos motores de busca!

Acho até, que foi por isso mesmo que o WordPress cresceu muito nos últimos tempos. Para além disso a sua simplicidade de utilização e de navegação intuitiva dentro do backoffice também facilitou a que qualquer pessoa sem conhecimentos de programação conseguisse criar projetos online.

Finalmente independência:)

E com um pouco de estudo, podemos ir muito mais além nesta ferramenta para criar blogs. Temos 2 opções para começar a utilizar o WordPress.

Para quem quer perceber o funcionamento da plataforma e fazer alguns testes antes de começar a sério, o melhor será criar um blog online no WordPress.com.

Basta apenas um registo e começara a blogar, não necessita de instalar nada.

Depois se quiser pode passar para o nível seguinte 🙂 que é comprar hospedagem e domínio próprio e instalar o software do WordPress na sua hospedagem!

Mas aqui a grande vantagem é que tem o total controlo do seu projeto e não está limitado a nada! No entanto será necessário um pouco mais de experiência para poder instalar Plugins e começar a utilizar mais funcionalidade e à medida que o projeto vai crescendo é necessário mais conhecimentos. Mas tudo numa base de simplicidade e com muitos guias e tutoriais online que podem ajudar.

Portanto, neste momento e passados vários anos e muitos testes com diversas outras plataformas e ferramentas, o WordPress é sem dúvida a minha preferida! Mas isto não quer dizer que seja assim para sempre, a web está em constante evolução e mutação.

CONCLUSÃO FINAL

Como já referi anteriormente eu era um utilizador fiel ao Joomla e atualmente sou um fiel utilizador do WordPress. Tudo pode ser alterado a qualquer momento e devemos estar sempre à espreita de novas plataformas que vão surgindo online, devemos ir testando para desta forma estarmos também na linha da frente.

Para finalizar este artigo que já conta com cerca de 2.000 palavras, queria também partilhar com vocês um esquema elaborado pela empresa MOZ, onde explicam como devemos escrever artigos optimizados.

Não esquecendo que devemos escrever para os visitantes(pessoas) e não para as máquinas(algoritmos dos motores de busca). Mas se conseguirmos juntar estes 2 fatores, de certeza que vamos obter melhores resultados.

optimizar artigos para blogs

Créditos da imagem na página inicial:Designed by Freepik

 



 

 

Partilhe este artigo com os seus amigos.

[Total: 2    Average: 4/5]

Sobre Miguel Brandão

Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Trabalho com a Internet desde 2004 em WebDesign, SEO, SEM, WebMarketing, Email Marketing, Link Building, Landing Pages e posicionamento de websites.

Check Also

Halloween: os medos para quem tem 1 Blog

A comemoração do Halloween é sempre boa para quem gosta do tema ligado ao terror ...

8 comentários

  1. Denise Castro

    Gostei muito do artigo. Será de boa ajuda para o projeto que tenho. Eu já tinha entendido por outras opiniões e também por minha própria análise que o wordpress é o melhor caminho, mas comecei pelo blogger para primeiro definir um formato para o meu projeto pessoal. Fico com pena do blogger não oferecer mais recursos, pq eu sou fã do Google.

    • Olá Denise, obrigado por comentar aqui no blog.
      Eu também sou fã do Google, no entanto devemos ser 100% donos dos nosso negócios online!
      Em plataformas gratuitas, estamos sempre dependentes daquilo que eles disponibilizam.
      E se algum dia eles resolvem fechar?

      Por isso recomendo sempre sermos donos dos nossos negócios online.

  2. Muito bom este artigo. Ajudou me imenso o texto muito claro e simples.
    Vim aqui parar porque prentendo criar um blog e com ajuda deste artigo sei por onde começar.
    Obrigada

  3. Raify Figueiredo

    Muito bom artigo, mais o wordpress.com, não deixa inserir anuncios html.

    • Olá Raify Figueiredo.
      Primeiro de tudo, obrigado pelo seu comentário aqui no blog.
      Sim, é verdade. Mas temos de perceber que no caso do wordpress.com estamos a utilizar a plataforma de forma gratuita e o alojamento web está do lado deles. Por isso, colocam limites para utilização. Como referi no artigo, criar um blog no wordpress.com é bom para percebermos o funcionamento da plataforma, para depois e aí sim comprarmos o nosso alojamento web e domínio para instalar o wordpress. [download no site wordpress.org]
      Assim já não há limitações.
      Abraços.

  4. Nelson Lucas

    Caríssimo,

    Gostei muito do artigo. Muito honesto, prático e informativo. Intuitivamente tb gostei mais do WordPress…até antes de ver o seu artigo.

    Esta é minha razão principal para a criação de um blog – informar/partilhar.

    grato mais uma vez pelo artigo 🙂
    Saudações

  5. Gostei demais do Artigo muito esclarecedor estou pensando em abrir um blog e me ajudou bastante. Obrigado

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao navegar neste site, está a concordar com o uso de cookies. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close