Skip to content

Conheça o volume de negócios do E-Commerce



O sector do comércio electrónico tem continuado a crescer em dois dígitos ao ano. E para tornar mais fácil para entender o crescimento da indústria de e-commerce nos EUA e em todo o mundo, a empresa Invespcriou um infográfico “Qual o «tamanho» do E-commerce” que vai cobrir alguns factos interessantes sobre a indústria do E-commerce, o seu crescimento e as últimas tendências.

Fonte da imagem: priamsoftware.com

Algumas curiosidades:

  • Em 1979 – Michael Aldrich inventou o  Online Shopping.
  • Em 1990 – Tim Berners-Lee criou a primeira World Wide Web server e o Browser.
  • Em 1994 – A Pizza Hut começou a realizar pagamentos  online na sua própria página web.
  • A Netscape inaugura o primeiro Browser comercial – Navigator.
  • Em 1995 – A Amazon começa a vender livros  Online
  • O E-bay foi fundado por  Pierre Omidyar na AuctionWeb.

Alguns factos:

Mais de 85% dos utilizadores online usam  a  Internet para comprar alguma coisa que lhes interessa. Mais de 50% da população utiliza a Internet para realizar compras on-line mais de uma vez. 73% do Consumidor prefere comprar on-line. As vendas em E-Commerce estão a crescer por mais de 19 % ao ano e será de quase US $ 1.4 trilhão em 2015. Mas para visualizar todos estes dados deixo em baixo o infográfico para vossa análise.

How Big is E-commerce IndustryInfographic by – Conversion Optimization Company Invesp

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.