Skip to content

Como o Google analisa os links dos artigos patrocinados

Os artigos patrocinados em blogs começa a ser uma prática utilizada por empresas e por especialistas em SEO. Esta é uma das formas de criar backlinks de forma natural, ou seja, fazer link building. Depois das actualizações do algoritmo do Google (Panda e Pinguim) criar links externos a apontar para os nossos projectos online já não é tão linear como há uns tempos atrás! Por isso uma estratégia utilizada e que até se consegue bons resultados, é pagar artigos patrocinados em blogs de qualidade do mesmo nicho de actuação que o nosso.

Mas, como é que o Google vê e analisa esta prática que cada vez mais se utiliza? Os links inseridos em artigos patrocinados podem ser “nofollow” ou “dofollow” dependendo sempre da politica de cada blog, mas normalmente são “nofollow” até para dar um “ar” o mais natural possível.

Neste artigo vou partilhar um vídeo de Matt Cutts onde explica a sua opinião e visão sobre os links em artigos patrocinados e como devemos fazer com este tipo de estratégia.



Conclusão

Mais uma vez Matt Cutts diz-nos que este tipo de estratégia, deve ser feita de um modo natural e não devemos “abusar” na colocação de vários links nos artigos patrocinados e também não devemos estar constantemente a comprar artigos patrocinados por essa web fora… A criação de artigos de qualidade em artigos patrocinados deve ser tomada em conta e aplicada como uma boa estratégia. Matt Cutts fala-nos na criação de artigos com mais de 400 palavras e com conteúdos exclusivos para o utilizador. Recomendo apenas para não abusarem no excesso de links nos artigos patrocinados!

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.