Home / Web Marketing / Como fazer artigos Optimizados

Como fazer artigos Optimizados

Para um blog/site ter sucesso é necessário um bom posicionamento nos resultados dos motores de busca. Para isso é necessário ter conteúdo de qualidade e optimizados para os motores de busca indexarem melhor e possivelmente estarem posicionados nas buscas. Mas com as actualizações constantes do Google Panda no algoritmo, neste momento é necessário ter muito cuidado com os excessos na optimização dos artigos. Não abuse, escreva a pensar nos seus visitantes, em dar-lhe conteúdos de valor, isso sim é importante. Mas em todo o caso vou deixar aqui neste artigo algumas técnicas utilizadas na optimização de artigos.

Identificar um tópico – Isto é fundamental para poder escrever sobre determinado tema do seu nicho, os motores de busca podem dar valor a artigos de nichos bem definidos. Escolha um assunto ou tema que tenha a ver com o seu blog/site. Vamos imaginar que o seu blog é sobre Marketing Online, não vai escrever sobre Marketing politico! Porque de certeza que os seus visitantes que estão à procura de conteúdos sobre Marketing Online não vão querer saber do Marketing politico e vão sair de imediato do seu blog. Logo a taxa de rejeição vai aumentar o que para o Google é um mau sinal e pode começar a ser penalizado.

Pesquise as palavras-chave – Use uma ferramenta de pesquisa de palavras-chave para determinar quais são as palavras-chave e frases-chave estão a ser mais  pesquisadas ​. Para esse efeito recomendo a ferramenta gratuita do Google. O objectivo  da pesquisa de palavras-chave é a obtenção de uma lista de palavras-chave relevantes do tema do seu blog/site. Observe os volumes de buscas que estão a ser realizados para as várias frases. Isso vai ajudar a determinar quais são os termos e frases ligados ao seu tema e que vai escrever e principalmente sobre aquilo que os utilizadores andam à procura no Google.


Não esquecer de analisar as Long Tails – As palavras-chave restantes desempenham um papel muito importante no conteúdo do seu blog/site. Ou seja, as Long Tails são termos de pesquisa com 2 ou mais palavras e que os motores de buscam indexam muito bem e posicionam muito melhor do que se for uma palavra apenas. Por exemplo, pegando no exemplo em cima da palavra-chave Marketing Online, neste caso uma variante (Long Tail) possível seria Marketing Online Formação. Deste modo é importante ter uma lista com este tipo de variantes de palavras-chave para produzir textos para os seus artigos. Seja criativo.

Escolha um título eficaz – Comece a escrever o conteúdo dos artigos antes de escrever o título. Depois decida quais as palavras-chave que quer posicionar e que estejam relacionadas com todo o conteúdo que escreveu é aí que vai escolher um título mais eficaz.

Comece a escrever no interior do artigo – Comece por colocar a palavra-chave no interior do artigo. Será por aqui que vai começar. Pesquise sobre o seu tema e escreva factos básicos relacionados com a palavra-chave. Tenha em mente que são os factos que as pessoas procuram mas ter sempre em atenção os exageros sobre esses mesmo factos que vai escrever. Se começar a escrever frases apenas para incorporar palavras-chave então não vale a pena estar a perder tempo porque o Google mais tarde ou mais cedo vai conseguir ver isso e aí será penalizado. Se estiver realmente a escrever sobre o tema, as palavras-chave devem fluir naturalmente.

Em baixo deixo algumas dicas para escrever textos no interior de artigos, isto são apenas algumas dicas que fui aprendendo ao longo do tempo e também de pesquisas efectuadas em blogs de sucesso na Internet além de formações em escrita criativa. É evidente que poderão existir outras técnicas que eu possa desconhecer, mas mesmo assim faço questão de deixar aqui algumas dicas.

  • Use as bullets, que são estes pontinhos pretos antes do texto.
  • Colocar as palavras-chave a negrito, não abusando.
  • Faça uma combinação nos títulos de palavras-chave com texto que chame à atenção.
  • Por cada parágrafo coloque títulos.
  • Escreva frases curtas e objectivas.
  • Para dar o seu ponto de vista utilize palavras curtas.
  • Utilize o itálico.

Lembre-se que o objectivo é fornecer informações aos seus visitantes e principalmente daquilo que andam à procura. Os motores de busca tornaram-se hoje motores de resposta e por isso mesmo o Google está a ficar cada vez mais exigente. Adicione palavras-chave de modo natural pelo artigo e as suas variações sem abusar muito.Alguns testes efectuados recomendam que a densidade das palavras-chave num artigo não deve ultrapassar os 6% de todo o texto, mais do que isso o seu blog/site pode ser penalizado.

Mas como o Panda veio alterar muita coisa não sei até que ponto esta percentagem ainda é válida, mas por experiência própria tenho artigos onde aplico esta técnica e em alguns funciona mas noutros não, depende de muitos outros factores provavelmente. Além disto utiliza-se também as palavras-chave no início de frases, parágrafos e cabeçalhos assim como no final do artigo também é importante.

Um dos factores em conteúdos que actualmente é muito importante para o Google é a originalidade dos conteúdos, não faça artigos copiados de outros blogs mais cedo ou mais tarde de certeza que o seu blog/site vai ser penalizado e se o Google pensar que é conteúdo duplicado então é que será mesmo complicado sair dessa penalização.

Faça ligações internas entre os seus artigos – o Google gosta de perceber que o seu blog/site pensa nos visitantes, ou seja no texto dos artigos ligue com as palavras-chave para outros artigos que falem sobre o assunto da palavra-chave. Um bom exemplo para perceber isto, são os artigos da Wikipédia. Há varias formas de ligar os artigos com as palavras-chave. Basta ser criativo!

Faça uma conclusão final –  Normalmente quem gosta de ler, sejam jornais ou textos na web os leitores gostam de um breve resumo do que foi escrito ou de algumas reflexões sobre o assunto que foi escrito. Basta um pequeno parágrafo, deste modo é um convite aos leitores para ficar com os seus próprios pensamentos sobre o assunto de que foi escrito no artigo e para depois deixar essa opinião nos comentários. Desta forma vai obter interacção do seus visitantes, mas também desenvolver uma maior cobertura do tema com os seus visitantes e assim poderá ter nos comentários dos artigos mais experiências de outros profissionais e bloguers.

Sobre Miguel Brandão

Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Trabalho com a Internet desde 2004 em WebDesign, SEO, SEM, WebMarketing, Email Marketing, Link Building, Landing Pages e posicionamento de websites.

Check Also

dicas marketing digital para lojas online

Dicas de marketing digital para a sua loja virtual

Neste artigo vou partilhar com você algumas dicas e estratégias que deve implementar no seu ...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *