Skip to content

Como escrever artigos que se destacam para os leitores

Este ano de 2013 os conteúdos tornaram-se um dos principais fatores de ranqueamento para o Google. Depois do artigo “Como escrever artigos” hoje com este post pretendo dar uma continuação mais aprofundada sobre este tema que cada vez mais é de importância muito elevada para o sucesso de qualquer blog.

Em blogs por muito que fizermos artigos com vídeos, os artigos em texto são sem sombra de dúvida a base de um blog, tanto no sentido estratégico(SEO) como até no sentido pessoal, cujo objetivo é ter uma base de arquivos de qualidade para impressionar a todos aqueles que chegam que visitam o nosso blog.

Devemos aprimorar ao máximo a qualidade dos artigos para atrair e manter a nossa audiência e fazer com que passe a querer acessar novamente o nosso blog, tornando o maior número possível de meros visitantes em verdadeiros leitores assíduos.

Mas para conseguir todo este encanto pelo nosso blog? Não é difícil, mas também não é fácil, acima de tudo é necessário muito trabalho e também temos de saber algumas regras e técnicas de escrita específicas para blogs. Na verdade não existe um padrão estabelecido, porque cada caso é um caso devemos isso sim aprender com nós próprios e tentar perceber com os nossos projetos aquilo que os leitores mais gostam. Portanto, deixo aqui algumas ideias do que fui aprendendo ao longo destes anos;

Nem sempre o conteúdo é tudo num artigo

Por muito que os nossos leitores gostem dos nossos artigos e conteúdos, têm sempre preguiça de ler. Para quebrar essa barreira devemos implementar uma série de técnicas simples e eficazes. Estas técnicas irão causar uma impressão agradável ao seu leitor, e ajudará a estimulá-lo a ler o post do início ao fim e não apenas o título.

Os seus artigos podem ter o melhor conteúdo do mundo, porém se não souber encantar o seu leitor, de nada servirá. Se tiver qualidades de escritor e consegue criar textos com boa coerência de ideias, mas não os apresenta de maneira profissional, está a permitir que a sua audiência não cresça. Adotar um padrão de escrita fará com que você se sinta mais entusiasmado e os leitores sentirem-se mais à vontade.

Os títulos atrativos são importantes

O encanto começa pelo título de um post. Por vezes não é fácil encaixar 2 tipos de escrita de títulos;  as que escrevem artigos a pensar no SEO e criam os títulos somente para utilizar palavras chave de qualidade relacionadas com o assunto do post, por outro lado existem os outros que pensam apenas na beleza do título. Pouca gente cria títulos atrativos para as pessoas e para os robôs, e é isso que é necessário fazer. Aqui está o mais difícil.

Não podemos esquecer de que os nossos leitores são pessoas reais, são humanos. Para quem  escreve artigos como podem pensar apenas nos motores de busca? Vejo muitos títulos de posts com excelentes palavras chave, mas que não tem muita relação com o conteúdo do post.É um autêntico desastre e só contribui para a taxa de rejeição!

O ideal será criar algo inteligente e enigmático ao mesmo tempo, que cause curiosidade no leitor, e que no final do post a pessoa entenda o porquê do título. Um bom exemplo disto, são os livros!Mas não se esqueça dos robôs, afinal palavras chave de qualidade são fundamentais também.



DICA: Entre na mente de um leitor que está a ler o artigo do seu blog e pense como ele e como é que ele vai encontrar o seu artigo numa pesquisa do Google.

As ideias devem ser iniciadas e terminadas

Neste ponto a escrita de um artigo para um blog ou nas redes sociais não muda muito. O conceito chave é colocar as ideias no primeiro parágrafo para deixar o leitor curioso. O primeiro parágrafo é o mais importante depois do título. O leitor lê o título, se for interessante, irá começar a ler o texto. Se nas primeiras frases o encanto acaba, ou se revelar tudo o que vai escrever no post, a pessoa perde o interesse e vai sair da página. Por isso é essencial ir despertando a curiosidade…

Depois será seguir com o artigo até o fim, e de certificar-se de que tudo o que prometeu realmente foi abordado. Quantas vezes comecei a ler algo porque o título era atrativo, e ao terminar a leitura pouco ou nada daquilo que foi prometido no titulo e na introdução realmente estava presente no artigo.

ebook-marketing-conteudo

Parágrafos pequenos

Um parágrafo de texto puro muito grande assusta e faz com que o seu leitor perca o interesse pela leitura. E ainda por cima, a leitura em monitores também não ajudam nada e além disso os leitores por norma não têm muita paciência! Procure escrever parágrafos curtos, com cerca de 5 a 6 linhas de texto.

A cada dois ou três parágrafos curtos pode inserir um parágrafo longo até dez linhas.Mas isso depende do seu público, tente ajustar.

Com a prática vai começar a ter essa sensibilidade. Não esquecer de que a largura útil da área de texto do seu blog, como também o tamanho da fonte que utiliza e os espaçamentos entre linhas fazem muita diferença, por isso cada caso é um caso. Use o bom senso e a sua percepção!

Imagens

Um post de texto corrido e sem imagens assusta e ninguém vai ler esses blocos de letras! Nos livros é normal que as pessoas não percam o interesse pelo conteúdo mesmo que este não tenha imagens, pois se compraram o livro é porque já se convenceram de que querem ler. No mundo dos blogs o conceito é outro e as imagens ajudam a criar um aspecto mais atrativo e interessante.

Tenha cuidado com as imagens, nos seus direitos de autor, no seu peso(Kb) e nas dimensões dentro do artigo.

Subtítulos destacados

Outra técnica interessante é fazer uso de subtítulos destacados. Desta forma o seu texto parece ter um aspeto muito mais agradável de ler. É outra técnica que ajuda a quebrar o gelo da leitura de texto puro e corrido com parágrafos grandes e sem qualquer personalização.

Como se costuma dizer, os olhos também comem! Se no artigo o leitor, logo no primeiro olhar o conteúdo não estiver com aspecto agradável à leitura, ele não vai ler nada e pior, vai sair da página!

Processo de escrita

O processo de escrita deve ser realizado em duas etapas. A primeira é a escrita em si, onde apenas escreve, sem se preocupar com a formatação dos elementos e revisão de textos. A segunda etapa é mesmo toda a revisão. Dentro da revisão existem alguns processos a serem considerados:

  • Analisar o texto manualmente lendo o artigo e pensando na coerência de ideias;
  • Procurar substituir palavras repetidas por sinónimos;
  • Corrigir os erros de ortografia e gramática;

Como levar o leitor a deixar comentário

Tudo o que aqui disse são alguns processos e técnicas, não quer dizer que possa resultar a 100%, no entanto se seguir todas as regras acima citadas, já estará naturalmente induzindo o seu leitor a comentar, ainda mais se o seu artigo for interessante.

Outro fator também importante é que escreva como se estivesse a falar para uma só pessoa. Isso vale para o artigo como um todo. Não utilize o plural. Se representa uma empresa utilize nós e você, caso seja uma pessoa individual, utilize os termos eu e você. Isso cria uma aproximação. Vocês, pessoal, etc. são termos que devem ser evitados. Você precisa tratar o seu leitor como se tivesse a ter uma conversa pessoal entre entre ambos.

No último parágrafo peça a opinião do leitor, diga para ele partilhar as suas experiências a respeito do assunto que se falou no artigo e enfatize que está aberto para novos conceitos e pronto para receber informações adicionais que não tenham sido incluídas no post.

Desta forma o leitor vai sentir-se importante, como de facto é e terá vontade de comentar por conta própria, sem que precise apelar para o sensacionalismo como muita gente faz. Tudo o que aqui foi escrito poderão ser algumas das muitas regras. Aprenda consigo mesmo e com os seus leitores, pense neles e vai ver que consegue artigos com muitas visitas e comentários!

Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.