Skip to content

Backlinks, ainda são válidos para o Google.

Aqui está um tema que muito se tem debatido entre muitos SEO’s: se os backlinks ainda são válidos para o algoritmo do Google posicionar ou não. As ultimas atualizações do Google encaminham para que os backlinks fossem perdendo o valor para ajudar a posicionar sites/blogs nos resultados das buscas.

O próprio Matt Cutts, em vídeos veio dizendo que backlinks estavam a perder força e para não utilizarmos essa estratégia porque o algoritmo já conseguia interpretar se eram naturais ou não. Ou seja, se os backlinks existirem tinham de ser de forma natural não podendo forçar a construção de links com estratégias de Link Building.

Muitos já iam dizendo que o Link Building era coisa de passado, já não valia a pena estar a perder tempo com isso e que deveríamos apostar nos sinais “sociais”, nas partilhas, no Google+, etc, etc…

Vídeo de Matt Cutts

No entanto, nos meus testes que ia fazendo eu sempre acreditei no Link Building e os resultados vinham dando confirmações disso mesmo, que a construção de links ainda funcionavam e que eram valorizadas pelo Google no momento da decisão de posicionar nos resultados das buscas!

Eu SEMPRE fiz Link Building, no entanto com mais cuidado como é óbvio, mas sabia que tinha bastante valor e relevância!

E não estava enganado! No dia 19 de Fevereiro, o próprio Matt Cutts veio responder em mais um dos seus vídeos que afinal o Google ainda valoriza e decide o posicionamento nos resultados das buscas os sites/blogs com backlinks(sejam de qualidade ou não, isso já é outra história).

Podcast com a minha opinião sobre este assunto

Ou seja, depois de fazerem testes paralelos com um algoritmo onde ignoravam os backlinks, os resultados foram muito maus e por isso Matt Cutts veio explicar que afinal o Google ainda utiliza os backlinks como fator no seu algoritmo.

Mas também é verdade que no mundo de SEO, tendemos a ouvir um monte de notícias sobre sites que ficaram penalizados por más práticas de Link Building. Mas, na realidade, esses sites são uma pequena minoria de todos os sites que Google indexa. De acordo com Cutts, a grande maioria dos links são naturais e úteis, e ainda é a melhor maneira para o Google para determinar a autoridade e relevância de uma página ou site.

O que eu recomendo: testar, testar, testar, testes, testes, testar…



Miguel Brandão on FacebookMiguel Brandão on FlickrMiguel Brandão on InstagramMiguel Brandão on LinkedinMiguel Brandão on TwitterMiguel Brandão on Youtube
Miguel Brandão
Miguel Brandão
Sou Miguel Brandão tenho formação académica em Marketing, Publicidade e R.P. frequentei durante 2 anos a licenciatura em Sistemas de Informação e Multimédia. Fui também estudante durante 1 semestre lectivo na Universidade de Salamanca (Espanha). Desde 2004 que trabalho Online para clientes e projetos próprios. Atualmente sou CEO da SEOlabs.pt com serviços de SEO. Sou responsável de diversos sites e blogs de diversos nichos em Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia e Peru.